logo2023.png

06 a 08 DE JULHO DE 2023

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

O FESTIVAL CANTO ABERTO

Em 1982, o trespontano Marco Aurélio de Aquino, de família de músicos, com apoio do Rotary Club e poder público, fez surgir o I Festival Canto Aberto de Três Pontas que teve sua vertente iniciada com realizações de festivais pelo país.

 

Três Pontas com sua forte e sempre presente cultura musical teve cinco edições deste festival realizado entre os anos de 1982 a 86.

 

No ano de 2018 o Festival Canto Aberto foi reconstruído e retornou ao calendário de eventos municipal, promovendo o desenvolvimento e o crescimento social com intervenções nas escolas municipais, estaduais e privadas através da Semana Cultural realizada juntamente com o Festival.

 

Em 2019, o Festival teve a maximização de sua importância sendo inventariado pelo IEPHA – Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais, como patrimônio cultural municipal. No corrente ano, foi registrado como patrimônio cultural trespontano e ainda, recebeu o prêmio: Cidades Inteligentes, sendo o 1° projeto aprovado e agraciado em relação ao empreendedorismo cultural e artístico. Devido a pandemia do COVID 19, seguindo as determinações da OMS, foi realizado o 8º Festival Canto Aberto Home Live, assistido por, aproximadamente, 40 mil pessoas em 14 estados brasileiros e com abrangência internacional nos países: França, Espanha e Portugal e que se repetiu no mesmo formato em 2021, na 9ª Edição, também assistida por mais de 50 mil pessoas através das mídias sociais.

 

Em 2022 o Festival retornou à forma presencial. Além das apresentações das 30 músicas semifinalistas, aconteceu também o show espetacular do sambista Diogo Nogueira.

 

Nas últimas cinco edições do Festival Canto Aberto (Anos: 2018 a 2022), foram inscritas uma média de 400 composições por festival, entre as fases, local “Da Casa” e a Nacional.

 

O evento atraiu para Três Pontas, turistas de diversas localidades, fomentado a atividade turística (lotação de hotéis, movimentação de bares, restaurantes, cafeterias, lojas de artesanatos e em geral, e também, participação de entidades filantrópicas como: APAE, Santa Casa de Misericórdia de Três Pontas e Rotaract), gerando assim impacto sócio cultural no nosso município.

 

O nosso amor pela música vai além do cenário artístico. Temos a música em Três Pontas como uma oração, uma religião e sendo assim, é necessário fomentar essa Cultura e levá-la para fora de nossas fronteiras, sempre com novos talentos advindos dessa manisfestação maciça, promovendo através da Semana Canto Aberto  e tendo o seu encerramento, com o grande momento, o Festival da Canção de Três Pontas, o Festival Canto Aberto.

 

Três Pontas é uma cidade com excelente potencial na área cultural por ser berço de grandes artistas, na área rural com seus cafés especiais e no turismo religioso motivado por Beato Padre Victor e a Serva de Deus Madre Tereza Margarida do Coração de Maria “Nossa Mãe”.

 

Assim não poderia ser diferente… FESTIVAL CANTO ABERTO DE TRÊS PONTAS, bem inventariado pelo Patrimônio Histórico é uma realidade que agora vem para a sua 11ª edição.

 

Sonhar é uma parte de nós que não descansa; Sonhar é um alimento primordial tanto quanto o pão de cada dia; Sonhar é a luz que abre-se aos olhos do homem;

 

Para o artista o sonho é a salvação da alma, a dependência química. E ver o sonho tomar corpo é como um sopro de vida a mais.

 

Aqui o sonho se materializou com toda alquimia e forma que se pode esperar dele.

 

E, de todas as formas da arte, o FESTIVAL CANTO ABERTO abre as portas de Três Pontas para respirar cultura em todos os níveis.

 

Bem-vindos ao XI Festival Canto Aberto e VI Festival "Da Casa".